Poesias Com Noticias: Com gritos de “ fora Temer” população de Jequié vai as ruas e pára serviço

28 de abril de 2017

Poesias Com Noticias: Com gritos de “ fora Temer” população de Jequié vai as ruas e pára serviço

Com gritos de “ fora Temer” população de Jequié vai as ruas e pára serviço

Ministro da Justiça disse que manifestação fracassou

Com gritos de “ fora Temer” população de Jequié vai as ruas e para serviços
Protesto nas ruas de Jequié

Com gritos de fora Temer, bandeiras, cartazes e faixas, trabalhadores, estudantes, sindicalistas e a população de Jequié foram as ruas na manhã desta sexta-feira (28/4) em protesto contra a reforma da previdência instituída pelo presidente do Brasil, Michel Temer. Concentrados em frente à Catedral de Santo Antônio os grevistas percorreram as vias do centro da cidade, portas de empresas do comércio foram fechadas e funcionários aderiram ao movimento. Em alguns locais como no Banco do Nordeste e Correios as portas foram descidas sob protesto dos integrantes. Entidades como MST, CTB, APLB, CUT, SINDIPAN, ADUSB, SIND/ACE, bancários, técnicos do IFBA, do judiciário e outras categorias prestigiaram o evento. Segundo a Polícia Militar, cerca de mil pessoas estiveram no protesto. O clima de paralisação começou pela manhã com a interrupção do transporte coletivo municipal, intermunicipal e no atendimento dos bancos. Quem precisou dos ônibus foi necessário recorrer a outros meios para chegar ao seu destino. Em Brasília o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, considerou, que a greve geral não obteve o sucesso almejado pelas centrais sindicais, responsáveis pela organização da paralisação.

 FONTE: Blog Marcos Cangussu

Bancos protegem suas fachadas no Rio


Slide 19 de 20: Na noite da quinta-feira, bancos cercaram suas fachadas com tapumes no Centro do Rio
Na noite da quinta-feira, bancos cercaram suas fachadas com tapumes no Centro do Rio 
Slide 20 de 20: Na rua da Consolação, agências bancárias também fecharam suas fachadas com tapumes contra depredação que pode ocorrer durante manifestações

Nos hospitais públicos e postos de saúde, o atendimento ocorre parcialmente.

Fonte ESTADÃO

Motorista desvia de bloqueio, atropela e mata motociclista em Pernambuco

Bloqueio em Pernambuco: Em Pernambuco o dia amanheceu com rodovias, ruas e avenidas bloqueadas em várias cidades
© Monica Bernardes/Estadão Em Pernambuco o dia amanheceu com rodovias, ruas e avenidas bloqueadas em várias cidades

RECIFE - Um motorista de uma Kombi atropelou e matou um motociclista ao desviar de um bloqueio realizado por manifestantes que participam da greve geral na manhã desta sexta-feira, 28, na BR-101 Sul, em Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco.

O protesto tenta impedir o acesso ao Complexo Portuário de Suape e faz parte dos atos convocados por centrais sindicais contra as reformas trabalhista e da Previdência propostas pelo governo de Michel Temer (PMDB). As manifestações ocorrem em todo o País.
Bloqueios pelo Estado. Em Pernambuco o dia amanheceu com rodovias, ruas e avenidas bloqueadas em várias cidades. Na região metropolitana do Recife, os ônibus não circularam e o Metrô funcionou parcialmente. Até as 9 horas, mais de 90% do comércio localizado no centro do Recife estava com as portas fechadas, segundo informações da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).
Slide 2 de 20: Manifestação da CUT na porta da Estação Das Barcas tem briga e confusão.
Manifestação da CUT na porta da Estação Das Barcas tem briga e confusão
Slide 3 de 20: Manifestantes bloqueiam a Ragueb Chohfi na zona leste da capital paulista na chamada Greve Geral
Manifestantes bloqueiam a Ragueb Chohfi na zona leste da capital paulista na chamada Greve Gera
A maior parte das escolas (públicas e privadas) também optou por suspender as aulas. As três maiores instituições de ensino superior, as Universidades Federal (UFPE), Rural (UFRPE) e Católica de Pernambuco (Unicamp) também paralisaram as atividades.
Slide 1 de 20: Membros da CUT participam da manifestação na Praça Araribóia, na cidade de Niterói.
 A maior parte das escolas (públicas e privadas) também optou por suspender as aulas. As três maiores instituições de ensino superior, as Universidades Federal (UFPE), Rural (UFRPE) e Católica de Pernambuco (Unicamp) também paralisaram as atividades.
fonte ESTADÃO