13 de junho de 2017

Proteste: “suspender WhatsApp em aparelhos antigos é desrespeito ao consumidor”

Proteste: “suspender WhatsApp em aparelhos antigos é desrespeito ao consumidor”
© Fornecido por Entre Aspas Comunicação Ltda Proteste: “suspender WhatsApp em aparelhos antigos é desrespeito ao consumidor”
No início de 2017, o WhatsApp – usado por pouco mais de um bilhão de pessoas – já deixou de funcionar em aparelhos que usam sistema operacional Android 2.1 e 2.2, iPhone 3GS/iOS 6 e Windows Phone 7. A partir de 30 de junho, será a vez dos Blackberry, Blackberry 10, Nokia S40 e Nokia Symbian S60, que irão perder o acesso ao app definitivamente.
Por conta disso, a Proteste, Associação de Defesa do Consumidor vai notificar o Facebook, dono do serviço de mensagens instantâneas WhatsApp, contra a suspensão do serviço para smartphones mais antigos. O órgão considera que a obsolescência programada dos celulares é um desrespeito ao consumidor, especialmente por quem opta por utilizar um aparelho mais antigo, uma vez que o acesso ao serviço de telefonia é provido por todas as operadoras no país.
De acordo com o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor no inciso IX, “recusar a venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento, ressalvados os casos de intermediação regulados em leis especiais”.
O diretor de relações institucionais da Proteste, Henrique Lian, explica que uma vez que o aparelho funciona normalmente, a atualização é um direito do consumidor. “Entendemos que essa oferta por tempo razoável dura enquanto o aparelho funcionar provido do serviço de telefonia, pois uma vez que ele funciona na rede GSM, recebe normalmente todo tipo de atualização mesmo que o produto esteja descontinuado, é uma prática abusiva dos desenvolvedores a suspensão de um determinado serviço”, comenta.
“Desrespeito”
O WhatsApp justificou que “estas plataformas [caso do Blackberry e Nokia] foram muito importantes na nossa história, mas já não têm a capacidade necessária para expandir as funções do nosso aplicativo no futuro”, quando fez o primeiro anúncio da mudança justiçando que hoje 0,5% dos usuários ainda tem esses aparelhos. “Mesmo que seja uma parte ínfima do total, não se pode forçar o consumidor a consumir um novo aparelho, o que entendemos ser um desrespeito ao CDC e ao consumidor”, complementa Lian.
Outro caso emblemático é o da Apple que anunciou, em 2016, que deixará de oferecer suporte a produtos que deixaram de ser fabricados em âmbito mundial há mais de cinco anos. Na época, suspendeu as atualizações do sistema iOS para o iPhone 4, e este ano teme-se que deixe de oferecer o serviço para o iPhone 5, sendo que, no país, ainda comercializa por exemplo o iPhone 5C e 5S, que fazem parte da linha.

fonte: 

WhatsApp deixa de funcionar em vários celulares

Se você tem um destes celulares, diga adeus ao WhatsApp

Whatsapp deixará de funcionar e impedirá ‘download’ do aplicativo em algumas linhas de celulares.
© Fornecido por El País Whatsapp deixará de funcionar e impedirá ‘download’ do aplicativo em algumas linhas de celulares.
Não é possível dizer que este “apagão” definitivo pegará de surpresa quem for afetado, já que o WhatsApp tinha anunciado, no ano passado, que deixaria de funcionar em vários celulares antigos, mas que, no entanto, continuam muito populares entre alguns usuários. Esse grupo de indivíduos irredutíveis que se negam a jogar fora um aparelho que continua funcionando bem terá agora que decidir entre comprar um smartphone novo ou se isolar por completo e desaparecer de uma das plataformas de troca de mensagens mais utilizadas do país. Já é definitivo: não haverá mais prazo de carência e, em 30 de junho, o WhatsApp deixará de funcionar nos celulares que mencionamos a seguir.Apesar de a lista não ser ampla, ela atinge um bom número de aparelhos que, em sua época, foram emblemáticos, e que muitas pessoas continuam usando – segundo o WhatsApp, eles representam 0,5% dos clientes do aplicativo. Assim, quem tiver um BlackBerry – tanto o BlackBerry OS quanto o BlackBerry 10 – pode ir se despedindo dos grupos dos quais participa ou terá que optar por comprar um novo aparelho. Os fãs da marca canadense deverão escolher alguns dos últimos modelos que funcionam com o Android, se quiserem seguir fiéis a ela. O mesmo acontecerá com os donos dos Nokias com as plataformas S40 e S60. As duas estão presentes em uma extensa gama de celulares, muitos dos quais continuam completamente operativos.O grande problema desta data final é que o WhatsApp não só não permitirá baixar o aplicativo nesses modelos, como também deixará de oferecer o serviço aos aparelhos mencionados. A única alternativa para aqueles que quiserem se manter conectados a partir de 1º de julho é comprar um celular mais moderno e tentar resgatar as conversas (nas duas plataformas, isso pode ser feito exportando-as por e-mail e depois importando-as para o novo modelo).


Fonte:  

12 de junho de 2017

No jardim dos meus sonhos - poesia

No jardim dos meus sonhos 
Eu te tenho todos os dias 
Tu és a mais linda flor 
Que eu cultivo nas minhas fantasias 
Flor das mais belas frutas 
De sabores mais doces que o mel 
Que só tem no jardim divino 
Cultivada pelos anjos do céu 
Flor que virou rosa 
Rosa rara de se ver 
Que é só vista nos sonhos 
Um sonho de bom viver 
Sonho de anjo feliz 
De quem dormiu pensando em ti 
Quando acorda logo diz 
Que é o paraíso é ali 
Nos sonhos de quem sonhou 
Com esse anjo de flor 
Que é você meu bem 
Que eu cultivo com amor 

(JORGE LUIZ ROSA)
DO 
LIVRO
RETRATOS 
DA 
SOLIDÃO

LINKS DAS LOJAS:

9 de junho de 2017

Quem é Gilmar Mendes, dono do voto de minerva que absolveu Temer

Gilmar Mendes, presidente do TSE
© Foto: Divulgação/TSE Gilmar Mendes, presidente do TSE
Depois de cinco dias de julgamento da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral, coube ao presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, o voto de minerva que absolveu o presidente da República e sua antecessora de irregularidades na campanha de 2014.
O voto desempatou o placar de 3 a 3 no TSE e veio após um julgamento repleto de trocas de farpas entre Mendes e o relator do processo, Herman Benjamin.
Os ministros debateram intensamente sobre a inclusão ou não de depoimentos de ex-executivos da Odebrecht - que agravavam as acusações contra Dilma e Temer - no processo movido pelo PSDB contra a chapa presidencial.
Benjamin defendeu a inclusão, mas foi chamado de "falacioso" por Mendes - cujo argumento contrário prevaleceu.
Em seu voto, na noite desta sexta, Mendes afirmou que "cassações de mandato devem ocorrer em situações inequívocas".
"Não se substitui um presidente da República a toda hora, ainda que se queira. Porque se prefere pagar o preço de um governo ruim e mal escolhido do que a instabilidade ou golpes na calada da noite. 'Ah, mas o povo quer!' Mas é assim que se destrói mandato?", questionou.
Nomeado por Fernando Henrique Cardoso em 2002 e um dos mais antigos ministros do Supremo Tribunal Federal, Mendes é também um jurista de currículo respeitado: tem mestrado e doutorado na Alemanha, mais de 20 livros publicados e uma carreira que inclui períodos como procurador da República, nos anos 1980, e advogado-geral da União no governo FHC, de 2000 a 2002.
É, também, um dos ministros mais polêmicos, tomando posições que ora agradam ora incomodam diferentes grupos ideológicos.
Uma das controvérsias mais recentes diz respeito justamente à notória proximidade de Mendes com Michel Temer, o que gerou discussões a respeito de um possível conflito de interesses no julgamento do TSE.

Voz política

Em janeiro, por exemplo, Mendes viajou a Portugal junto no avião que levava a comitiva presidencial para o funeral do ex-presidente português Mário Soares.
Em março, Temer e outros políticos participaram de jantar oferecido por Gilmar Mendes em sua casa em Brasília.
Mendes, no entanto, negou diversas vezes que essa proximidade tivesse influência no julgamento.
"Vivemos essa realidade (de proximidade) em Brasília. Temos relações institucionais. Converso com todas as forças políticas. Gosto da vida política. Não há conflito com o julgamento no TSE", disse à GloboNews em janeiro.
Mendes é um dos ministros do Supremo que mais se expressam publicamente sobre política.
Durante o governo de Dilma Rousseff, Mendes foi um duro crítico do PT, a quem acusou, em 2015, de "ter um plano perfeito" para se "eternizar no poder" - plano este "estragado" pela operação Lava Jato.

'Nunca personalizei'

Falas com esse teor lhe renderam na época a pecha de "líder da oposição" - rechaçada por Mendes em uma sabatina à Folha de S. Paulo em 2009, quando disse que seu cargo tem caráter político, mas não partidário.
"As posições dele são muito mais políticas do que jurídicas", disse à BBC Brasil em 2015 Dalmo Dallari, professor emérito da USP e simpatizante do PT.
Foi Mendes quem, em 2015, decidiu pela continuidade do processo contra a chapa Dilma-Temer no TSE, ainda na época do governo da petista.
Na época, rebateu críticas de que adotaria posturas diferentes em casos relacionados ao PT.
"Não, não, não. Veja o que eu decidi. Por exemplo, fui eu quem arquivou o processo contra o (ex-ministro Antonio) Palocci. Eu fui o voto relator. Quem pediu para arquivar um processo sério contra o (então ministro da Educação Aloizio) Mercadante fui eu. No (julgamento do) mensalão, muitos votos atenuantes (de redução de pena) eram meus. Nunca personalizei isso", afirmou na ocasião à BBC Brasil.
O ministro também foi defendido por outro jurista renomado, Ives Gandra Martins, seu amigo.
"Ele é absolutamente independente, não aceita pressões de ninguém. Quando decide, e muitas vezes as pessoas não gostam de suas decisões, decide sempre com convicção e base jurídica", afirmou.
Para Gandra, a postura "severa" do ministro não é uma questão de temperamento, mas de preocupação ética.
"Gilmar é um cidadão muito objetivo, não gosta de conviver com o erro. Muitas vezes pode parecer agressivo com os outros, mas decorre dessa característica de achar que no poder público não pode haver desonestidade", observou.

Polêmicas

O caráter ético da conduta de Mendes, porém, não é consenso. Uma das principais críticas de seus opositores é sobre a contratação de cursos de sua empresa - o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) - por diversos órgãos federais, o que já teria rendido ao menos R$ 3 milhões segundo levantamento de 2009 da revista Carta Capital.
O episódio mais controverso dessas contratações se deu quando Mendes ainda era chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), durante o governo FHC, antes de ser nomeado para o STF. Segundo reportagem da revista Época em 2002, a AGU pagou R$ 32,4 mil ao instituto de Mendes no período em que ele o comandava.
"Isso é contrário à ética e à probidade administrativa, estando muito longe de se enquadrar na 'reputação ilibada', exigida pela Constituição, para que alguém integre o Supremo", escreveu Dallari em artigo à época das revelações.
Mendes rebateu dizendo que o IDP é contratado pelos órgãos porque tem prestígio.
"É uma instituição com grande expertise. Talvez seja uma das melhores instituições de Brasília e as pessoas querem ir lá. Tem mestrado, tem especialização", disse.
"Modéstia à parte, eu sou um bom professor, eu sou um professor de sucesso. Onde eu vou, enche de aluno. Meu livro de Direito Constitucional com o Paulo Gustavo (Gonet Branco) está na décima edição. Já vendeu 120 mil exemplares desde 2007. Deve ter algum significado. Não devem comprar só porque querem me homenagear, né?"
Ele destacou também que a instituição existe desde 1998, "muito antes" de ele até "sonhar" em ser ministro do STF.
Outro episódio polêmico da trajetória de Mendes foi quando ele concedeu, por duas vezes, habeas corpus para a libertação do banqueiro Daniel Dantas, que havia sido preso na operação Satiagraha sob suspeita de desvio de verbas públicas, crimes financeiros e tentativa de suborno para barrar a investigação da Polícia Federal. A decisão foi mantida depois pelo plenário do STF.
O grupo Opportunity, de Daniel Dantas, adquiriu participações em várias empresas privatizadas no governo FHC, em especial no setor de telecomunicações.
Mais tarde, o STF decidiu manter decisão do Superior Tribunal de Justiça que anulou a operação Satiagraha sob justificativa de que parte das provas contra Dantas havia sido obtida em buscas ilegais. No auge da polêmica sobre a operação, Mendes disse que tinha sido grampeado pelos agentes da investigação e chamou o então presidente Lula "às falas". A existência do grampo, porém, nunca ficou comprovada.
A assessoria do banco Opportunity enviou em 2015 nota à BBC Brasil em que questiona a lisura da Operação Satiagraha e diz que o grupo "nunca lidou com recursos públicos".

Progressista?

Apesar de tantas polêmicas, há uma faceta de Mendes que agrada até mesmo petistas e a esquerda em geral. O ministro costuma votar de forma dita progressista em "temas morais", como drogas, casamento gay e aborto de fetos anencefálicos. Demonstra ainda preocupação com as condições precárias dos presídios nacionais.
Seu voto em 2015 pela descriminalização de todas as drogas - julgamento que foi suspenso por um pedido de vista do ministro Teori Zavascki, morto em janeiro - foi festejado entre grupos de defesa dos direitos humanos.
Um dos que elogiaram a decisão foi Pedro Abramovay, diretor para a América Latina da Open Society Foundations. Ex-secretário nacional de Justiça do governo Lula, ele considera positiva também a forma como Mendes conduziu o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entre 2008 e 2010.
"Ele foi um ótimo presidente do CNJ, superprogressista. Foi talvez o primeiro a usar o CNJ como espaço para discutir os presídios, fazer os mutirões (para soltar presos). Eu o conheci nessa época, quando eu era secretário", contou Abramovay, que foi também aluno de Mendes no doutorado da UNB.
"É um professor muito atento, muito cuidadoso, que ouve o aluno. Não vai de terno e gravata na aula. Parece outra figura, não é o ministro que está lá."
Por outro lado, nota Abramovay, o alinhamento ideológico "com a centro-direita, com o PSDB" se reflete em decisões mais favoráveis ao setor privado quando ele julga questões econômicas. Em ações que discutem disputas de terras entre grupos indígenas e fazendeiros, por exemplo, ele costuma ficar ao lado dos produtores rurais.
O próprio Mendes vem de uma família de fazendeiros da região de Diamantino, em Mato Grosso, onde sua família é influente. Seu pai, Francisco Ferreira Mendes, foi prefeito da cidade pela Arena, partido de sustentação da ditadura militar (1964-1985). Na mesma sabatina realizada pelo jornal Folha de S. Paulo em 2009, o ministro também rebateu as acusações de que isso influenciasse suas decisões.
Apesar de muitas vezes discordar de Mendes, Abramovay não vê problema em sua proximidade com os tucanos.
"Ele é historicamente ligado ao PSDB, assim como outros ministros são historicamente ligados ao PT. Acho isso totalmente saudável para a democracia. Na corte alemã, os partidos indicam os ministros. E mesmo nos EUA é muito claro quem é democrata e quem é republicano. O que não pode ocorrer é os ministros tomarem decisões anti-institucionais, e não acho que isso esteja ocorrendo no Supremo", ressaltou.

Fonte: 

6 de junho de 2017

Depois do beijo - Poesia



Depois do beijo
Fique sempre perto
Não se afasta de mim
Olha o céu
Pense só em nós
Neste momento
No mesmo lugar
Me pega pela mão
Você pode dormir nos meus braços
E até me levar com você
Vamos ser novamente crianças
O amor não é uma loucura
Eu acho que encontrei
O meu primeiro amor
Agora eu creio
Que a felicidade existe
Mas tudo isso ainda é pouco
Sinto medo da saudade
Mas vou esquecer esse medo
Esquecer não é tão fácil
Saudades sempre a gente vai sentir.

(JORGE LUIZ ROSA)
DO 
LIVRO
RETRATOS 
DA 
SOLIDÃO

LINKS DAS LOJAS:

Por trás desse olhar - Poesia



Tens um jeito lindo de me olhar
Olhar de doce pecado
Desperta o meu desejo
É fogo e gelo ao mesmo tempo
O meu corpo vibra e gosta
Por traz desse olhar
Tem um desejo
Sinto que o amor existe
Está no meu coração
O amor que sempre foi teu
Nesses pensamentos meus

(JORGE LUIZ ROSA)
DO 
LIVRO
RETRATOS 
DA 
SOLIDÃO
 
LINKS DAS LOJAS:
 

1 de junho de 2017

Doente, Carlos Alberto de Nóbrega se afasta da TV

Slide 1 de 46: <p><br><p>Carlos Alberto de Nóbrega está com uma gripe forte e precisou se afastar das telinhas. Por recomendação médica, o humorista ficará em casa, de repouso.</p><br><p><strong>VOCÊ VIU?</strong> <a href="http://www.famosidades.com.br/famosos/veja-cliques-da-gari-que-virou-musa-no-rio-de-janeiro.html">Gari vira musa e revela preconceito: "Nunca tive vergonha"</a></p><br><p><a href="http://www.famosidades.com.br/bbb/internautas-zoam-apos-verem-emilly-ser-ignorada-por-bieber.html">Internautas 'zoam' após verem Emilly ser ignorada por Bieber</a></p><br><p><a href="http://www.famosidades.com.br/famosos/ex-bbb-cristiano-carnevale-reata-com-namorado-engenheiro.html">Ex-BBB Cristiano Carnevale reata com namorado engenheiro</a></p><br><p><a href="http://www.famosidades.com.br/famosos/zeze-di-camargo-e-graciele-vao-casa-de-swing-diz-jornal.html">Zezé Di Camargo e Graciele vão a casa de swing, diz jornal</a></p><br><p>Segundo o "Uol", o artista permanecerá fora das gravações de "A Praça é Nossa", do SBT, até melhorar 100%. O cuidado é necessário para que o quadro não evolua e se transforme em pneumonia.</p><br><p>A emissora havia marcado uma coletiva de imprensa em comemoração aos 30 anos do humorístico, na próxima quinta-feira (1), mas cancelou o evento devido a ausência do veterano. </p><br><p>Vale lembrar que no mês passado Calos Alberto chegou a ficar internado por 3 dias, após sofrer uma amnésia. Após sair do hospital, o comediante mandou uma mensagem para seus fãs: "Graças a Deus não é nada. Não tem perigo de ter AVC, Alzheimer, nada. Foi um esquecimento, um lapso que deu. Com um 'tratamentozinho' vai resolver tudo".</p></p>
© SBT
Carlos Alberto de Nóbrega está com uma gripe forte e precisou se afastar das telinhas. Por recomendação médica, o humorista ficará em casa, de repouso.

Segundo o "Uol", o artista permanecerá fora das gravações de "A Praça é Nossa", do SBT, até melhorar 100%. O cuidado é necessário para que o quadro não evolua e se transforme em pneumonia.

A emissora havia marcado uma coletiva de imprensa em comemoração aos 30 anos do humorístico, na próxima quinta-feira (1), mas cancelou o evento devido a ausência do veterano.

Vale lembrar que no mês passado Calos Alberto chegou a ficar internado por 3 dias, após sofrer uma amnésia. Após sair do hospital, o comediante mandou uma mensagem para seus fãs: "Graças a Deus não é nada. Não tem perigo de ter AVC, Alzheimer, nada. Foi um esquecimento, um lapso que deu. Com um 'tratamentozinho' vai resolver tudo".

 

Belo e Gracyanne devem R$ 215 mil de aluguel e sofrem ameaça de despejo

Slide 1 de 11: <p>Gracyanne e Belo estão prestes a ser despejados da luxuosa casa em que vivem, na região dos Jardins, em São Paulo. De acordo com o site “Extra”, a dona do imóvel afirmou que eles devem o total de R$ 215 mil de aluguel. Por mês, o casal deveria desembolsar R$ 30 mil.</p><p>A advogada de Belo, Vivian Campos, contesta o processo. “Quando assinaram um contrato de 12 meses, Belo pagou seis adiantados e ainda uma caução de três meses”, disse e completou: “No início deste ano pediu revisão do valor cobrado e estava em negociação para baixar o aluguel para R$ 10 mil quando se iniciou o processo. Daí, ele foi descontando da caução paga anteriormente”.</p><p><a href="http://br.jetss.com/viral/2017/05/gracyanne-barbosa-posta-foto-e-livia-andrade-brinca-essa-bunda-bateu-na-minha-cara/"><strong>++ Gracyanne Barbosa posta foto e Lívia Andrade brinca: “Essa bunda bateu na minha cara”</strong></a></p><p>Além de sua palavra, a advogada apresentou diversos comprovantes de transferências monetárias. No entanto, os advogados da proprietária afirmam que o cantor não paga o que deveria e somente quando quer.</p><p>O atraso no IPTU feito pelo casal colocou, também, o nome da proprietária em dívida ativa da prefeitura de São Paulo.</p><p>Não deixe de curtir nossa página <a href="https://www.facebook.com/Jetss.com.br/"><strong>no Facebook</strong></a> e também <a href="https://www.instagram.com/jetss_/?hl=en"><strong>no Instagram</strong></a> para mais <a href="http://br.jetss.com/"><strong>notícias do JETSS</strong></a></p><br>Belo e Gracyanne alugam uma casa luxuosa em São Paulo
© Foto: Divulgação

Gracyanne e Belo estão prestes a ser despejados da luxuosa casa em que vivem, na região dos Jardins, em São Paulo. De acordo com o site “Extra”, a dona do imóvel afirmou que eles devem o total de R$ 215 mil de aluguel. Por mês, o casal deveria desembolsar R$ 30 mil.
A advogada de Belo, Vivian Campos, contesta o processo. “Quando assinaram um contrato de 12 meses, Belo pagou seis adiantados e ainda uma caução de três meses”, disse e completou: “No início deste ano pediu revisão do valor cobrado e estava em negociação para baixar o aluguel para R$ 10 mil quando se iniciou o processo. Daí, ele foi descontando da caução paga anteriormente”.
Além de sua palavra, a advogada apresentou diversos comprovantes de transferências monetárias. No entanto, os advogados da proprietária afirmam que o cantor não paga o que deveria e somente quando quer.
O atraso no IPTU feito pelo casal colocou, também, o nome da proprietária em dívida ativa da prefeitura de São Paulo.

Fonte:  

Júnior comenta boatos sobre ser gay: 'Muita terapia e crise de pânico'

Júnior comenta boatos sobre ser gay: 'Muita terapia e crise de pânico': O filho de Xororó revelou ainda que sofreu bullying na adolescência
© Showbiz O filho de Xororó revelou ainda que sofreu bullying na adolescência
O cantor Junior Lima, que já fez muito sucesso com a irmã Sandy, foi o convidado do cineasta Fernando Grostein, no YouTube. O bate-papo teve também como tema os boatos que circulam a vida do rapaz desde muito tempo, sobre a sua sexualidade. O músico aproveitou para falar sobre isso.
"Tenho um monte de amigo que é gay e nunca tive problema. Mas quando me chamavam de gay, no fundo eu me incomodava. Eu fingia que não, mas ficava sim. Mas, chega uma hora que você se conhece melhor, vê que não precisa provar nada para ninguém", contou Júnior.
E continuou: "Vivemos numa sociedade machista onde o premiado é aquele que pega mulher. Entender que não tinha que provar nada me fortaleceu. Sou muito bem resolvido mas tudo tem seu preço. Foram longas horas de terapia e crises do pânico", confessou ele.
O filho de Xororó revelou ainda que sofreu bullying na adolescência. "Era muito bullying, sofria muito! Bullying por causa do cabelo comprido, por ser famoso, pelas roupas e por cantar música sertaneja. No meu colégio tinha muito moleque folgado. Tive que aprender a andar na escola fingindo que era surdo. Tive que superar isso tudo desde cedo", declarou.
Júnior é casado com Mônica Benini, que está grávida do primeiro filho do casal, Otto.

Fonte: 

Adolescente morre eletrocutada ao limpar freezer na Bahia

Ela chegou a ser socorrida, quando encontrada, inconsciente, por familiares, mas não resistiu

© Reprodução

Enquanto limpava um freezer, uma adolescente de 15 anos morreu eltrocutada, nessa terça-feira(30), na Zona Rural de Cândido Sales, na Bahia. Ela chegou a ser socorrida, quando encontrada, inconsciente, por familiares, mas não resistiu. 

Segundo informações do G1, a menina foi reanimada pela equipe do Samu e foi levada ao Hospital Municipal de Cândido Sales. O corpo da adolescente foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Vitória da Conquista, na mesma região do estado, onde será periciado.

 POR Notícias Ao Minuto

Rendimento extra também será pago a quem já sacou FGTS inativo

© Tomaz Silva/Agência Brasil

Semana passada Congresso promulgou Medida Provisória que determina rendimento maior do Fundo de Garantia do Tempo de ServiçoNa semana passada, o Congresso promulgou a Medida Provisória (MP) 763/2016, que determina um rendimento maior do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), seja em contas ativas ou inativas.

Se antes o FGTS rendia para o trabalhador 3% ao ano, mais a TR (Taxa Referencial), o que dava cerca de 3,7% ao ano, agora passa a render 5,5% anualmente, ficando mais perto da poupança (TR + 6,17% ao ano).
Porém, além de esse dinheiro extra não poder ser sacado nessa etapa das contas inativas, também só poderá ser retirado de acordo com o que diz a lei, ou seja, demissão sem justa causa, na aposentadoria ou para comprar a casa própria, por exemplo.
Tem direito a esse ganho adicional todo trabalhador que tinha dinheiro em contas do FGTS, ativas ou inativas, até 31 de dezembro do ano passado. O valor que cada um vai receber varia de acordo com o saldo que tinha disponível no FGTS.
Segundo o portal Uol, a primeira distribuição desses lucros será referente ao ano de 2016. Segundo as regras do Conselho Curador do FGTS, o resultado do exercício de 2016 deve ser divulgado até 31 de julho de 2017. O dinheiro deve ser depositado para os trabalhadores até 31 de agosto deste ano.

 POR Notícias Ao Minuto

Procuradoria pede multa a Lula por propaganda eleitoral antecipada

Procuradoria pede multa a Lula por propaganda eleitoral antecipada: Além do ex-presidente, a Procuradoria ainda pede multa ao senador Lindbergh Farias (PT-RJ)
© Reprodução / Instituto Lula Além do ex-presidente, a Procuradoria ainda pede multa ao senador Lindbergh Farias (PT-RJ)
A Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a aplicação de multa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao senador Lindbergh Farias (PT-RJ) por, segundo o órgão, prática de propaganda eleitoral antecipada. Ambos teriam promovido a candidatura do ex-presidente petista para as eleições de 2018.
Segundo a PGE, Lula anunciou sua candidatura em um evento em 19 de março deste ano e falou das benfeitorias que fez quando era presidente da República. O evento, na cidade de Monteiro (PB), foi chamado de “Inauguração Popular da Transposição de Águas do São Francisco” e, em seu discurdo, Lula se intitulou “pai” do projeto.
De acordo com o subprocurador-geral da República Francisco Vieira Sanseverino, que assina as representações, o evento foi largamente divulgado nos jornais de grande circulação do país, nas redes sociais e propagandas elaboradas pelo Instituto Lula. Sanseverino aponta ainda que, em sua fala durante o evento, o discurso de Lula foi no intuito de fazer o eleitor acreditar que ele é a melhor opção para a região.
Em nota, o Instituto Lula negou as afirmações do subprocurador-geral da República. “Não houve nem antecipação eleitoral, nem lançamento de candidatura e isso ficará claro ao fim do processo”.
Lindbergh
O senador petista também teria, segundo Sanseverino, feito campanha eleitoral antecipada em favor de Lula. Lindbergh divulgou, nos dias 30 e 31 de março deste ano, duas fotos com “claras referências” à candidatura de Lula para a presidência em 2018, diz o subprocurador.
Para ele, a atitude de Lindbergh “teve por objetivo a captação de votos para seu aliado político, de forma antecipada, o que desequilibra a campanha eleitoral próxima, atingindo a igualdade de oportunidades entre futuros candidatos”. Procurado pela reportagem, Lindbergh disse que ainda não teve conhecimento do pedido da PGE.
Sanseverino indica que, nos dois casos, há desequilíbrio na campanha eleitoral futura e pede aplicação da multa prevista na Lei 9.504/97, no valor de R$ 5 mil a R$ 25 mil, ou ao equivalente ao custo da propaganda, se este for maior. Com informações da Agência Brasil.

Fonte:  

Visualizações

Minhas Páginas

04

04

02

08

03

07

03

03

04

05

05












08

Tradutor

"Play Aperte Aqui"