4 de maio de 2017

Dá para ter orgasmo apenas meditando, diz coach.

"Tenho orgasmos apenas meditando", diz coach

Imagem meramente ilustrativa (Reprodução/ Pixabay @suc )

 

Feche os olhos. Agora imagine uma mulher deitada no tatame de uma sala de yoga. Ela inspira, expira. Inspira, expira. Até entrar no chamado Estado Alterado de Consciência. Na presença de outras pessoas meditando, sem tocar nem ser tocada, ela goza. Assim, do nada. Aquele silêncio coletivo e uma poderosa onda de prazer percorrendo seu corpo. “Foi diferente porque não entendi o que estava acontecendo”, diz a psicóloga e coach de meditação Juliana Sato. “E não pude, hum, me expressar ali”. Ela não é a primeira nem a única capaz dessa proeza.

A coach Juliana Sato, que inventou um método com cinco passos para o “Orgasmo Criativo” (Divulgação / Arquivo pessoal)
Orgasmos apenas com o poder da mente? Eu sei, caro(a) leitor(a). Você quer “a receita desse chá de cogumelo”. Se levarmos em conta a investigação de neurologistas da Universidade Nothwestern, nos Estados Unidos, a experiência parece bem possível. Eles mapearam como o estímulo sexual interfere na atividade cerebral e descobriram que, durante o clímax, os neurônios ficam tão focados que a gente vive uma espécie de transe mesmo. “Sexo é uma forma de atingir um estado alterado de consciência”, afirma o estudo. Então, se gozar é entrar em transe… Faz sentido que entrar em transe na meditação também permita gozar.
Graças ao susto com o orgasmo espontâneo, Juliana foi atrás de explicações mais científicas. “Descobri que acessei o sistema nervoso parassimpático, relacionado aos órgãos genitais e à excitação”, diz. Queria conseguir de novo, desta vez intencionalmente. Entrou numas de meditar contraindo-e-relaxando o períneo (região entre vulva/saco escrotal e ânus), visualizando um ponto de luz e jogando para a mente através da coluna (NÃO ME PERGUNTE COMO). Segundo ela, funcionou tanto que pode gozar com a força da mente quando desejar.
Juliana jura que passou a ser mais produtiva e confiante por causa dessa habilidade. E daí, como coach, inventou o método do “Orgasmo Criativo” com cinco passos que seria capaz de 1. fazer qualquer cliente gozar assim; 2. melhorar o bem-estar e o desempenho profissional. Como as duas coisas estão interligadas? “Para atingir um orgasmo dessa forma você precisa ficar muito focado”, diz. “E se toda a energia for direcionada para o trabalho, impedindo uma sexualidade plena, a vida fica com um buraco”. É… e desse tipo de buraco ninguém gosta.
*Nathalia Ziemkiewicz, autora desta coluna, é jornalista pós-graduada em educação sexual e idealizadora do blog Pimentaria.

Nenhum comentário:
Write comentários

Visualizações

Minhas Páginas

04

04

02

08

03

07

03

03

04

05

05












08

Tradutor

"Play Aperte Aqui"